Blog

Conheça a Estratégia de Tráfego Pago Para Aplicar Em Sua Empresa

Este artigo é um guest post escrito pelo Blog Ideal Marketing.

Para alcançar o maior número de pessoas, as empresas passaram a entender a importância em como fazer tráfego pago por meio do marketing digital, e todas as ferramentas disponíveis graças à chegada da tecnologia como conhecemos nos dias atuais.

Os consumidores mudaram completamente os hábitos em relação a aquisição de produtos e serviços.
Com isso, as empresas precisaram se adaptar continuamente, para que possam alcançar o público-alvo e garantir o reforço da marca junto às pessoas interessadas.

Vale ressaltar que no ambiente virtual é possível mensurar diversos dados referentes a um site corporativo, uma loja de vendas online e outras plataformas digitais.

O tráfego de internautas é essencial em todos os casos, e por isso um planejamento de comunicação abrangente deve ser levado em consideração a todo instante.

Além do mais, o marketing digital é dinâmico, permitindo interferências pontuais que podem chamar a atenção de um público específico e, assim, se tornar uma onda utilizando redes sociais e outras ferramentas presentes na internet.

Entretanto, é preciso entender o que é o tráfego pago, como ele pode ser aplicado em diferentes situações e quais as vantagens que podem ser proporcionadas para uma marca se destacar no mercado consumidor.

Entenda porque investir em tráfego pago

O tráfego pago é uma forma de controlar o fluxo de pessoas que ingressam nas plataformas digitais, como redes sociais e sites corporativos, assim como para as lojas virtuais que trabalham com e-commerce.

A partir do momento que se investe em Instagram Ads, os usuários que visualizaram e demonstraram interesse irão clicar em um link que vai levar até um ponto especificado pela empresa. 

Por ser uma rede social voltada basicamente para imagens, sejam fotografias ou vídeos curtos, é preciso trabalhar de maneira apropriada o investimento ao que se refere o tráfego pago. 

Os sites podem cobrar de duas maneiras distintas, sendo o PPC (Pay per Click) e o CPM (Cost per Thousand), e os valores variam conforme a escolha final.

No primeiro modelo, o PPC, que pode ser traduzido livremente para “Pague por clique”. Neste modelo, quem deseja anunciar tem a cobrança realizada por meio dos cliques realizados pelos internautas. Os vídeos que são assistidos também podem ser cobrados, por exemplo.

Já no CPM, que em português significa “Custo por Mil Impressões”, a cobrança é feita conforme a visualização, sem qualquer dependência de clique ou visualização, mas pela quantidade de uma propaganda que será realizada nos diversos canais.

Vale a pena esperar o tráfego orgânico?

Para saber qual a melhor forma de investimento em tráfego pago, é importante fazer um planejamento e identificar, desde o princípio, quais são os objetivos. 

Isso é diferente do tráfego orgânico, que se utiliza do inbound marketing e a aplicação de SEO (Search Engine Optimization), em que o público vai atrás por meio de uma pesquisa em uma plataforma de busca ou em uma rede social.

A diferença primordial entre tráfego pago e orgânico é que o primeiro proporciona um aumento considerável de pessoas dentro de um mesmo período, sendo geralmente utilizado para campanhas mais pontuais e “urgentes”. 

No segundo, as estratégias podem demorar semanas, ou até mesmo meses, até que tenha algum destaque na internet, visto que depende de ações a longo prazo e leitura dos internautas e algoritmos. 

Contudo, nesse caso é criada uma relevância também a longo prazo, o que valoriza a marca nos mais diversos canais.

Portanto, quem precisa dar vazão a um grande estoque de produtos, o investimento no tráfego pago pode ser muito inteligente. Além disso, o custo pode ser baixo e o retorno satisfatório, dentro de um imediatismo necessário.

Os orçamentos devem fazer parte do planejamento de uma campanha publicitária, independentemente do modelo, e ser dividido em valores que podem ser aplicados de forma diária, mensal, ou a longo prazo, como em situações de campanhas “enquanto durar o estoque”.

Benefícios chegam em curto espaço de tempo

O desenvolvimento de um planejamento estratégico de Marketing Digital é fundamental para o sucesso de vendas de uma empresa. Ou que seja direcionado para o reforço da marca junto ao público-alvo. 

Quando uma empresa decide pelo investimento em um tráfego pago, os resultados podem ser observados quase que de forma imediata. 

As plataformas digitais empregam IA (Inteligência Artificial) para que o algoritmo identifique marcas, produtos e serviços que estão tendo grande destaque dentro da rede de computadores. 

Se for algo pontual, isso pode passar em um curto espaço de tempo e ser descartado qualquer tipo de ameaça, como ataque hacker. 

Para isso, basta lembrar quando um meme viraliza e ele é compartilhado milhões de vezes e, logo após é substituído por outro, e assim sucessivamente.

No caso do tráfego pago, é preciso identificar se as empresas estão trabalhando dentro da legislação vigente e, em todos os casos, com bom senso e inteligência. 

Fato é que, ao investir em um tráfego pago, a empresa pode ajustar a campanha publicitária em pontos estratégicos, com presença em sites, blogs, portais de notícias, canais de vídeo e tantos outros espaços conforme o valor de investimento. 

A veiculação de uma matéria em sites especializados sobre cinema, por exemplo, pode atingir milhares de pessoas, desde que o pagamento seja feito dentro do proposto pelas empresas anunciantes.

Sendo assim, uma marca cinematográfica pode ficar em alta nos tópicos de discussões, nos compartilhamentos de posts das redes sociais e nos sites de busca para saber onde assistir, horário de cinema, ou em qual canal de streaming tal filme está disponível, por exemplo.

Para esclarecer, os benefícios sobre o tráfego pago é que ele também reforça a divulgação de forma orgânica, pois atinge um segmento específico e, a partir de então, ele se espalha de forma abrangente, garantindo a propagação por diversos meios de divulgação  e cria um relacionamento com esse público que passa a procurar pela marca. 

Aplicação em diferentes plataformas digitais

Dessa forma, muitas vezes o investimento em tráfego pago pode ser programado por plataformas digitais específicas. Quando uma campanha publicitária enxerga a oportunidade de “espalhar” com baixo custo, isso pode apresentar um retorno muito positivo. 

Neste cenário, quem trabalha no setor de marketing deve saber como funciona o Facebook Ads, uma das redes sociais mais acessadas em todo o mundo  e que permite a segmentação de campanhas em outras redes sociais do conglomerado do facebook.

Assim, ao utilizar ferramentas que a própria plataforma digital oferece, é possível fazer uma mensuração conforme a segmentação pretendida por uma empresa, ou mesmo ao que abrange a marca, os produtos e os serviços oferecidos de forma pontual e definir para quem mostrar as publicidades.

A segmentação para o tráfego pago é facilitada por essas ferramentas, podendo diversificar entre:

  • Faixa etária;
  • Interesses esportivos e culturais;
  • Ocupação profissional;
  • SEO.

De qualquer maneira, vale ressaltar que, apesar de se tratar de uma maneira automatizada de tratar uma campanha publicitária, o tráfego pago deve ser planejado por um especialista na área de marketing.

A criatividade é essencial para que as peças publicitárias possam atingir o público de maneira adequada, para que esses possam se identificar e demonstrar interesse pelo que está sendo oferecido por meio de um link, um banner ou qualquer outra ferramenta disponível

A internet apresenta diversas plataformas que podem ser utilizadas, ainda, para uma interação que pode provocar uma avalanche de internautas interessados em ouvir, ver, comprar, adquirir, ou o que quer que seja que uma empresa tem a oferecer. 

Faça um planejamento adequado para a empresa

É possível fazer o investimento em publicidade de maneira regionalizada. Dessa forma, o alcance da campanha publicitária será específico à região em que a empresa está localizada, assim como o público-alvo.

Por isso uma empresa de pequeno e médio porte deve preparar um planejamento adequado ao poder de produção e atendimento junto aos consumidores. 

Isso serve para manter a qualidade e pela própria logística que envolve a entrega de produtos e serviços. 

Quando uma empresa possui uma logística eficiente, vale a pena investir ainda mais no tráfego pago, como anunciar no Google Ads e ter o anúncio apresentado nas primeiras páginas do buscador utilizado pela grande maioria dos internautas. 

O valor de investimento vai variar de empresa para empresa, por isso o planejamento é essencial do início ao fim. 

Com isso é possível identificar o interesse por parte do público, o que permite ajustar de maneira mais adequada os anúncios e quais as ferramentas que devem continuar dentro do planejamento.

Além disso, é possível entregar um material mais rico e direcionado para o público-alvo, como textos, artigos, vídeos e podcasts, entre outros elementos de divulgação

Conclusão

Quanto maior o tráfego no site, maior o custo pode ficar, mas mais detalhadas podem ser ações criadas.

Por isso é preciso manter uma base de investimento identificando pontos específicos de uma campanha de marketing digital e segmentar tais perfis. Algumas formas de otimizar os processos é avaliar métricas específicas para os objetivos do negócio, como:

  • Identificar o custo por lead;
  • Objetivos e metas;
  • Orçamento disponível;
  • Taxa de conversão em vendas;

Outras campanhas podem ser utilizadas como forma de mensuração entre os números atuais com os apresentados anteriormente. 

Dessa maneira, o investimento em tráfego pago pode ser aplicado em períodos sazonais, ou no lançamento de um novo produto ou serviço. 

Para finalizar, é preciso lembrar que o marketing digital de uma empresa conta com outras ferramentas que podem ser aplicadas em momentos oportunos, facilitando o acesso ao público-alvo e à exposição da marca no mercado, se destacando entre os concorrentes.