Title Image

5 Tags HTML que são consideradas mais Importantes para SEO on-page

SEO on-page são técnicas e boas práticas aplicadas dentro de um site, com o objetivo de torná-lo o melhor possível para uma boa experiência do usuário que estiver acessando. Dentre as diversas tags HTML utilizadas no desenvolvimento de uma página, existem 5 que são consideradas as mais importantes para o SEO on-page, e falaremos delas a seguir.

Tags são etiquetas que indicam ao navegador como interpretar o conteúdo que nelas são inseridas. E para isso elas precisam ser  escritas em uma linguagem de marcação que é usada para construir sites na web, o HTML.

Dentre as diversas tags HTML que existem, as 5 mais importantes para o SEO e que podem causar mais impacto no posicionamento orgânico, são:

Entenda quais são as 5 Tags HTML mais importantes para SEO on-page

Title

É a tag que representa o título da página. O conteúdo dela aparece na aba do navegador e também é utilizado pelo Google e demais buscadores nos resultados de busca, e por isso é uma das mais importantes. É imprescindível ter essa tag definida em todas as páginas que deseja ranquear.

Para a tag title, deve se utilizar no máximo 70 caracteres, pois assim o título aparecerá por inteiro nos resultados de busca.

No código, é apresentada como <title> Conteúdo do Título </title>

tag html title

H1

É uma das Heading Tags e deve ser utilizada como o título principal do conteúdo de uma página, e por isso ela deve ser única.

Já as demais Heading Tags, que vão de H2 à H6, podem ter mais de uma ocorrência na página. A diferença entre elas é apenas o nível hierárquico da Heading Tag, onde a H1 é a principal, H2 para subtópicos desse assunto principal, H3 para sub sub tópicos, e assim sucessivamente.

Para identificar o H1 da página basta entrar nela, clicar com o botão direito, ir em inspecionar, e procurar por
H1.

No código, são apresentadas como <h1> Conteúdo da tag H1 </h1>. As demais Heading Tags possuem a mesma estrutura, substituindo apenas o número.

Meta description

É a tag utilizada para fornecer o conteúdo da descrição dos resultados de busca do Google e demais buscadores.

Ela não é um conteúdo visível na página do site, e somente é utilizada nos resultados de busca. Por isso, recomenda-se que seja uma descrição convidativa, que irá atrair o usuário para dentro do site, geralmente contendo um CTA (Call To Action) nesse conteúdo.

Além disso, recomenda-se que ela tenha no máximo 150 caracteres, para se ter mais chances desse conteúdo aparecer por inteiro no resultado de busca.

Apesar de não ser um fator de ranqueamento diretamente, ou seja, não ser algo que o algoritmo do Google irá utilizar para melhorar ou piorar o posicionamento orgânico de um site, uma boa meta description tende a aumentar o CTR (Click Through Rate) do resultado de busca, e isso poderá resultar em um ganho de posicionamento orgânico.

No código, é apresentada como <meta name=“description” content=“conteúdo da meta description”>

tag html meta description

Alt text

São textos que descrevem uma imagem inserida no site, e são utilizados apenas pelos buscadores.

Esse atributo é importante pois os mecanismos de busca ainda não conseguem interpretar o conteúdo de uma imagem, então eles utilizam o alt text para entendê-la, funciona como uma legenda descritiva para a imagem.

É importante que seja inserido nessa descrição a palavra-chave que se deseja ranquear na página, pois, dessa maneira a página ganha relevância perante ao algoritmo do Google.

Outro atributo de imagem é o title, que é responsável pelo texto que aparece ao passar o mouse em cima de uma imagem, porém ele não é um fator de ranqueamento, mas ainda sim é interessante tê-lo configurado.

No código HTML, são apresentados como: <img src=“imagem.jpg” alt=“Descrição da imagem” title=“Descrição da Imagem”>

Exemplo de hint gerado pelo atributo title:

tag html Alt Text

Canonical

É uma tag importante para sites que possuem páginas duplicadas, normalmente diferenciando apenas nos parâmetros de URL.

Situação comum em sites e-commerce, onde uma página de vitrine com os produtos pode ser ordenada de diversas maneiras. Então, para que o Google não indexe todas essas páginas que no fundo são as mesmas, utiliza-se a tag canonical.

Ela funciona da seguinte maneira:

Dada as páginas A, B e C, que são páginas com conteúdo muito similar, diferenciando apenas em algum detalhe que não é relevante, a ideia é utilizar a tag canonical para concentrar o poder de ranqueamento dessas páginas em uma só.

Supondo que a página A seja a principal e a que queremos que seja indexada pelo Google. Assim inserimos a tag canonical nas página A, B e C apontando para a página A. No código HTML, ficaria assim:

Inserir <link rel=“canonical” href=“URL-pagina-A” /> no HTML da página A

Inserir <link rel=“canonical” href=“URL-pagina-A” /> no HTML da página B

Inserir <link rel=“canonical” href=“URL-pagina-A” /> no HTML da página C

Assim, as páginas B e C não serão indexadas e, ao mesmo tempo, estarão transferindo seu poder de ranqueamento para a página A, que é a versão principal dentre as três.

Conclusão

Neste artigo você viu as 5 tags HTML que são mais importantes para o seu SEO on-page. Como já foi dito neste artigo, SEO on-page são técnicas e boas práticas aplicadas dentro de um site, com o objetivo de torná-lo o melhor possível para uma boa experiência do usuário que estiver acessando.

Além de usar para o seu site, algumas dessas tags devem ser usadas para criar posts perfeitamente otimizados

Existem outras práticas de SEO que você pode fazer para posicionar melhor o seu site nos mecanismos de busca.

Se você se interessa por esse tema e quer aprender mais sobre essa estratégia, no Por Dentro da Agência, temos um treinamento interno de SEO além de outros materiais e checklists que utilizamos no dia a dia.

Por Dentro da Agência